amor


No dia mais claro, na noite mais densa…

…o mal sucumbirá à minha presença. — Cid sendo ele mesmo 🙂 (a gente se entende na geekice)


Com amor

Sabe, eu faço o que amo. Só surfo nas ondas que amo. Só divulgo o que amo, escrevo com prazer sobre o que amo. E amo bambolê, amo dança de salão, amo cinema, amo música – jazz, blues, country, sambas antigos e velharias da primeira metade do século XX – […]