autoajuda


Qual é a boa para 2015?

A boa, pra mim, é encontrar mais equilíbrio. Me botar limites. Eu trabalho com o que gosto, e também canto, danço, faço arte, bamboleio, pedalo, desenho. Mas não tem sido suficiente para evitar o buraco no estômago (sim, sofro de gastrite, e ela piora em momentos de tensão). Não me […]


Desafio da autoestima

Há uns dias atrás, a mulherada inundou o Facebook com fotos sem maquiagem. A ideia original do desafio era boa: uma espécie de manifesto “contra a loucura da beleza”, por uma “você” real. Boa ideia. Dou força. O problema é que eu conheço vocês, e a grande maioria da mulherada […]


Você pode ser uma sereia, se você quiser

Toda vez que vejo alguém reclamando do trabalho, dizendo que queria mesmo era ser astronauta, desenhista, músico  ou chef de cozinha, penso que é mais mimimi (e, claro, aquela crença louca de basta talento pra se dar bem na vida – não, tem que fazer marketing e autopromoção, sim, e […]


A vida simples é boa

Atenção para o link a seguir. Clica lá: http://sobrebudismo.com.br/o-zen-e-tedioso/ Não sou budista, mas simpatizo. Já fiz meditação zazen e esbarrei na falta de tempo para aprofundar os estudos e frequentar o templo mais do que uma hora por semana. Você pode dizer que “quem quer arrumar tempo, arruma”, mas se […]


Como controlar a raiva

Acessos de raiva podem machucar os outros e a si mesmo (quando a pressão sobe, por exemplo, ou quando entramos numas de comportamentos autodestrutivos). Acessar as emoções do momento na infância em que você aprendeu o padrão de raiva que te transformou na bomba relógio que você é hoje é […]


O que te faz reconectar com sua essência?

When the dog bites, when the bee stings, when I’m feeling sad – I simply remember my favorite things and then I don’t feel so bad – Maria Von Trapp Todo mundo tem fases em que as coisas não vão bem. Ou vão, mas sabe como a gente funciona, né? […]


Finja até se tornar aquilo que você quer ser 3

A TED Talk da pscicóloga Amy Cuddy, “Sua linguagem corporal molda quem você é” corrobora algo que eu já vinha dizendo por aqui, no Projeto AutoAjuda – e que comprovei na prática, quando fazia análise reichiana: do mesmo jeito que quando a gente se sente mal, fraco, forte, feliz, deprimido […]


Projeto Autoajuda: visualizações e sorte

Com essa história de morar em outra cidade, ainda que o acesso ao meu local de trabalho seja até mais fácil do que pra muita gente que mora no Rio mesmo, tenho lutado contra a falta de tempo pra fazer o que eu quero – e são muitas as coisas […]


Desejar é o primeiro passo para conseguir

Às vezes demora. Muitas vezes requer ações específicas da nossa parte se quisermos conseguir – e, por isso mesmo, é sempre bom desejar com objetividade pra saber por onde começar a correr atrás. Às vezes vem sem o menor esforço, e você precisa estar preparado pra ter aquilo que você […]


Don’t dream it, be it

Já me reconheceram em lugares por causa do meu finado fanzine, porque sou filha dos meus pais, porque a Natália Lage era a minha cara nos anos 90, por causa do meu blog… Mas ontem fui reconhecida como “a garota que anda com um bambolê no centro da cidade” e […]


Gratidão do dia – 02/12/2013

Um sentimento de gratidão me invade esses dias. Queria conseguir retribuir para o universo essa satisfação que sinto com minha vida. Com meu cérebro, que me permite ter ideias e, eventualmente, executá-las. Na minha cabeça já tenho a realidade em que vivo da maneira que sempre quis – porque é […]


Mensagens motivacionais

Na versão antiga do site do Projeto AutoAjuda, eu bem que queria colocar uma página de ‘Mensagens de Autoajuda’. Porque o projeto tem esse tom de estudo, o que funciona, o que não funciona, o que REALMENTE ajuda e o que é balela, mas vamos combinar que isso ninguém lê […]


Com amor

Sabe, eu faço o que amo. Só surfo nas ondas que amo. Só divulgo o que amo, escrevo com prazer sobre o que amo. E amo bambolê, amo dança de salão, amo cinema, amo música – jazz, blues, country, sambas antigos e velharias da primeira metade do século XX – […]


Questão de perspectiva

Tudo é uma questão de perspectiva E eu desenho um pouco.