Vai ter copa


Desde o meio do ano passado que não moro mais no Rio de Janeiro – mas como moro em Niterói e ainda trabalho por essas bandas, tá valendo.

Nunca curti futebol. Pra todos os efeitos, torço pelo América, que assim consigo acabar com qualquer discussão sobre o assunto. Recém chegada da França, torci pelo time francês em 98 e vocês lembram o que aconteceu. Em 2002, com minha incapacidade crônica de passar noites em claro, decidi ignorar os festejos e não soube de absolutamente NADA – o Brasil ganhou? Em 2006 só fiquei sabendo porque trabalhava na emissora detentora dos direitos de transmissão, e assisti a alguns jogos de lá do distante reino do Projaquistão – parar de trabalhar só porque tem jogo é pra fracos; e em 2010, com namorado empolgado com copa do mundo, encarei Fifa Fan Fest meio por obrigação conjugal. Quando a gente ama, abre concessões, né?

Não fazia a menor questão da copa do mundo no Brasil. “ah, gente, a educação básica essa merda que está e vocês pensando em futebol?”. Mas já que vai rolar, que seja um evento sensacional. Que seja um espetáculo no mesmo nível do que a gente assistiu pela tevê nos anos anteriores. O Brasil sempre parou em época de copa do mundo, todo mundo sempre esqueceu   educação,  saúde e políticas públicas mesmo, não sei por que agora, com a copa aqui, seria diferente. Que tenha Claudia Leitte mesmo, que a gente faça bonito nas ruas, colorindo as ruas de verde e amarelo e que aqueles moleques justifiquem os milhões que ganham, jogando em casa.

Só não me venham com aquela bosta daquela corneta-buzina a vácuo, por favor. Até meu otimismo tem limites.

image


0 pensamentos em “Vai ter copa