Lounge viu: Rango 2


A animação ‘Rango‘, de Gore Verbinski, foi completamente subestimada nos cinemas brasileiros. Uma pena, porque o filme é um barato: dublado no original por Johnny Depp, Alfred Molina, Abigail Breslin e um elenco de primeira (aqui só tinha cópias dubladas em português. Boa dublagem, mas com esse elenco seria legal ler legendas), o filme conta a história de um camaleão criado em aquário a vida inteira, que se vê perdido no meio do deserto de Mojave (deveria ser seu habitat natural, aliás!), onde precisa agir como… camaleão. O lagartinho adota um nome artístico e se finge de durão do velho oeste e assume a difícil tarefa de levar água para aquele vilarejo.

‘Rango’, o filme, é sujão, empoeirado, cheio de animais peçonhentos e esquisitos, num festival de texturas incríveis de 3D emolduradas por uma fotografia não menos espetacular e embaladas por uma trilha sonora fantástica, que te ambienta MESMO na pacata cidadezinha de Poeira. Rango, o protagonista, é uma espécie de Johnny Depp interpretando Hunter S. Thompson interpretando Clint Eastwood nos bons e velhos tempos de Homem sem Nome. Com direito a ‘participações’ de Hunter S. Thompson e de… bem, não vou estragar a piada. Veja lá, e vamos admitir que um filme com essas referências é, no mínimo, um bom filme.

Pena que animação para um público mais adulto não cola muito nos cinemas daqui. Pena. Ô, filminho subestimado!

Bom, fica a dica: tenho certeza de que você, leitor de Lounge, vai gostar. Como já está passando numas salas bem underground (se é que ainda está passando aí na sua cidade) e como deve demorar um pouco pra sair em dvd, você sempre tem aquela alternativa…


2 pensamentos em “Lounge viu: Rango