Oi. Eu topo.


Eu topo.

Essa listinha da Condé Nast Traveller dos hoteis chineses mais luxuosos do mundo é de chorar de tristeza por não ter escolhido uma carreira na qual a possibilidade de virar milionária exista, ainda que remota.

* * *

Se bem que no Top 10 das milionárias self made britânicas tem uma que ficou rica escrevendo livros infanto-juvenis e duas que tiveram a ideia brilhante depois de terem filhos (uma inovou em modelos de sutiãs e a outra criou uma linha de produtos gluten-free). Quer dizer, ainda há esperanças. Não que eu planeje filhos antes dos próximos dois anos – só quero dizer que há esperanças.